|| Joana Carvalho Fernandes
arquivos

Archive for

O museu e os apalpões

[fotografias: Vítor Martinho] Era baixa, roliça e vaidosa. Diz quem se lembra desses tempos em que a menina tinha quatro anos, que pintava irrepreensivelmente os lábios sem se ver ao espelho. Contam também que virava do avesso o guarda-vestidos da avó para se fantasiar de crescida com aprumo, e que corria, inabalável, em cima dos … Continuar a ler

Vida de rua

Artur é polaco. Chegou a Berlim “porque sim (por que não?)” há três meses e vive na rua desde então. Tem 24 anos e as mãos tão peganhentas que faz lembrar um garoto de cinco. “A cerveja é a minha vida e a rua é a minha vida e a música punk é a minha … Continuar a ler

O judeu da Gneisenaustrasse

Jérome é judeu, anárquico, feminista e vendedor de marijuana. Tem cerca de três dentes e vive em Berlim há 40 anos. [Fotografia: Vítor Martinho] Pára todas as noites na pizaria mais famosa da Gneisenaustrasse, perto da estação de Mehringdam, no centro de Berlim. É alto, entroncado e veste de ganga. Tem uns olhos muito azuis … Continuar a ler

A lady bardajona

Mimi tinha o nome de um Portugal salazarento que não lhe servia. Nunca o dizia a ninguém. Às vezes em surdina, aos mais chegados, Clotilde. E era uma lady. Matrafona mas cintilante, com cabelo de macho mas de tornozelo fino e de unha irrepreensivelmente pintada. Mimi era também bardajona e obscena. Nunca usava cuecas porque, … Continuar a ler

Sines com a família do mundo na barriga

O Festival Músicas do Mundo (FMM) de Sines atrai anualmente largos milhares de visitantes de todo o mundo. Grande parte deles viaja de caravana, que estaciona onde há espaço. Sentem-se, garantem, “uma enorme família unida pela música do mundo”. Na linha da costa junto ao porto de recreio de Sines, há dezenas de caravanas ilegalmente … Continuar a ler